Joint-venture da TPV com Philips apresenta sua linha de televisores

Foi apresentada nesta quarta, 11, a TP Vision, uma joint-venture controlada pela fabricante TPV, com 70%, e pela Philips, com 30%. A empresa é responsável por desenvolver, manufaturar e comercializar televisores da marca Philips. A empresa conta com três fábricas para a sua produção global: no Brasil (em Manaus), Argentina e Hungria. A sede da empresa, que começou sua operação no dia 2 deste mês de abril, é em Amsterdã.

Notícias relacionadas
Segundo Nelson Carneiro, diretor-presidente da TP Vision no Brasil, a meta da empresa é ficar entre as três maiores marcas de televisão no mundo. Ele destaca que a empresa nasce herdando da Philips a liderança no hospitality market, que atende ao mercado de hotéis, detendo 80% deste mercado global.

Nova linha

A empresa apresentou sua nova linha de televisores no Brasil, sempre com a marca Philips. Com séries dedicadas a diferentes nichos de mercado, a fabricante espera recuperar a participação da marca Philips no território brasileiro. Para o diretor de marketing da TP Vision, Alexandre Scorel, a expansão da classe C é uma oportunidade muito grande para o mercado de TV. Segundo ele, 95% dos lares brasileiros ainda contam com televisores de tubo. A expectativa é que a penetração das telas finas chegue a 45,9% nos próximos três anos. "As smart TVs são o futuro do mercado", disse o executivo. Segundo ele, 20% dos aparelhos vendidos em 2011 eram conectados. Em 2012, o número já está em 50%. "A tecnologia vai mudar o hábito de ver TV", disse.

Luis Bianchi, gerente de smart TVs na empresa, diz que 2012 deve se consolidar como o ano das TVs inteligentes. A marca vem investindo fortemente em sua plataforma de TVs conectadas. Segundo Bianchi, a interface de uso dos equipamentos já está em sua terceira versão, contando com mais de 500 parceiros globais, sendo mais de 50 apenas no Brasil. Bianchi explica que a interface dos televisores inteligentes com a marca Philips fica na nuvem, de forma que, a cada atualização, todo o legado de televisores também é atualizado.

Outra estratégia da fabricante é não contar com uma loja de aplicativos. Todos os aplicativos são oferecido gratuitamente, não exigindo login e senha do usuário. "Acreditamos que a loja é uma barreira para o consumidor. Não vamos vender aplicativos", disse o executivo. No caso doa aplicativos que contam com venda de filmes e serviços, a cobrança é feita pelo próprio fornecedor/prestador do serviço. No entanto, explica Bianchi, a marca deve contar com uma plataforma de cobrança própria, para facilitar o processo de compra para o usuário e gerar receita para o fabricante de equipamento.

3D

Os televisores Philips se juntam à LG na estratégia de explorar a tecnologia de óculos passivos para conteúdo em 3D. Os televisores das séries 6000 e 7000 contam a tecnologia e vêm acompanhados de quatro pares óculos cada. Segundo a gerente de marketing de produtos da TP Vision, Alessandra Koster Aguiar, esta tecnologia foi escolhida por ser mais confortável para o consumidor, não depender de baterias e ter óculos mais acessíveis.

Outra novidade dos televisores 3D é o "dual view gaming". Trata-se de uma tecnologia que permite que duas pessoas joguem games no modo dual view (quando a tela é divida em duas, uma para cada jogador), mas em tela cheia. Cada jogados, portanto, vê uma imagem diferente na tela do televisor. A tecnologia é a mesma dos óculos passivos, a diferença é que, ao invés de cada lente dos óculos contar com uma polarização, são os óculos que contam com polarização diferente: enquanto um jogador vê a imagem com a polarização vertical, o outro vê com polarização horizintal.

DTV e DTVi

Todos os televisores lançados com a marca Philips virão com recepção digital embarcada. As séries que contam com conectividade (a partir da série 4000) terão ainda o midleware DTVi, para interatividade no sinal de TV terrestre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.