Consumo de vídeos de longa duração impulsionará tráfego de dados na AL

O tráfego de Internet na América Latina deve crescer em média 52% ao ano entre 2010 e 2015, de acordo com dados do Visual Network Index, da Cisco, e o grande driver será o vídeo. O fato não causa surpresa, mas um ponto interessante apresentado pelo diretor de relações governamentais da Cisco, Giuseppe Marrara, durante o seminário ConvergeTec que se encerrou nesta quarta, 11, em São Paulo, é a tendência de os usuários assistirem cada vez mais a vídeos de longa duração, modalidade que impulsionará o crescimento do tráfego de dados na região.

Segundo Marrara, até 2015, os vídeos online responderão por cerca de 60% do tráfego total de dados na América Latina – o restante se dividirá entre compartilhamento de arquivos (25,31%) e outros dados e navegação web (14%). Quando se observa a subdivisão da categoria de vídeos  online, os de longa duração assistidos no computador desde o ano passado passaram a compor a maioria do tráfego de vídeo na região, em substituição àqueles formatos mais curtos, como os encontrados no YouTube.

“Cada vez mais os usuários têm assistido episódios inteiros de séries de TV e longas metragens no computador e, até 2015, esses vídeos de longa duração serão 49,42% dos vídeos online”, diz. Os vídeos de curta duração responderão por quase 22% dos tráfego de vídeo na América Latina, enquanto vídeos transmitidos diretamente para TVs conectadas serão cerca de 7,5%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.