Senado prorroga vigência da MP que destina recursos para o satélite brasileiro

O Senado Federal prorrogou por mais 60 dias a vigência da Medida Provisória 662/2014, que destina crédito extraordinário de R$ 404,7 milhões à Telebras. Sem essa renovação, a MP, que foi editada em novembro de 2014, perderia a validade.

Segundo a estatal, o dinheiro será integralmente utilizado na construção do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), projeto estratégico para as comunicações civis e militares brasileiras com vistas a garantir a soberania nacional e que vai integrar a rede da Telebras.

Notícias relacionadas

O projeto do SGDC está orçado em R$ 1,8 bilhão e o satélite está em fase de construção na França, pela empresa Thales Alenia Space, que venceu a seleção internacional de fornecedores, promovida pela Visiona Tecnologia Espacial, joint-venture da Telebras e Embraer que atua como empresa integradora do projeto.

O Brasil participa do processo de construção com vistas a absorver tecnologia e formar profissionais qualificados na área espacial, fomentando o desenvolvimento tecnológico nacional nessa área. A execução do Plano de Absorção e Transferência de Tecnologia é conduzida pela Agência Espacial Brasileira (AEB).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.