Ações da Telebras sobem 223% após rumores de fusão com Dataprev e Serpro

As ações preferenciais da Telebras na Bovespa subiram 223,21% no pregão desta segunda-feira, 11. As ações ordinárias tiveram uma alta de 44,97%.  Essa alta reflete a notícia publicada nesta segunda-feira no jornal Folha de S. Paulo, informando que o governo federal estuda a fusão da Telebras com o Serpro e a Dataprev, de modo a criar uma única empresa estatal de tecnologia da informação e comunicação. A matéria, contudo, apenas reproduz as informações que já haviam sido antecipadas no final de dezembro pelo noticiário especializado Convergência Digital, que trouxe pela primeira vez as informações sobre o estudo interno do governo. Segundo fontes ouvidas por este noticiário, nada avançou desde a primeira publicação da informação e o que existem são estes estudos preliminares.

Por volta das 16h, as ações preferenciais da Telebras,  única das três empresas com ações no mercado financeiro, estavam com alta de 300%. No fechamento, as 18h41, fecharam com cotação de 223,21% em relação ao preço de abertura.

A assessoria de imprensa do Serpro não confirmou a notícia. Segundo o órgão, responsável por desenvolver programas como o ReceitaNet e o eSocial, o Serpro tem se reunido com a Telebras e a Dataprev para discutir integração e otimização dos serviços do governo, mas não foi procurado por nenhum órgão governamental para tratar de fusão.

A Dataprev é a estatal responsável pelo processamento de dados da Previdência Social. A Telebras foi reativada em 2010, a fim de prover a infraestrutura para o Programa Nacional de Banda Larga. Uma reunião entre as três empresas está prevista para essa terça, em Brasília. Com informações da Agência Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.