Eurico Teles oficializa saída da presidência da Oi

©Paula Johas_F3

[Atualizada às 20h30] Como já era esperado no mercado, Eurico Teles anunciou nesta terça-feira, 10, que deixará o cargo de diretor presidente da Oi no início do ano que vem. O executivo desocupará o posto no dia 30 de janeiro de 2020, conforme o Termo de Ajustamento e Modelo de Transição de Diretoria Executiva que foi homologado pelo Juízo da Recuperação Judicial (7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro). 

"Trabalho há 38 anos nessa companhia. Comecei como estagiário. Tenho amor por ela. Dediquei minha vida a ela. Tenho orgulho da Oi", declarou Teles. Depois de deixar a presidência ele deve seguir próximo da companhia, atuando como consultor da Oi.

Notícias relacionadas

O termo estabelecia como data limite para comunicar a saída do executivo justamente o dia 10 de dezembro. O fato não tem relação alguma com as investigações realizadas pela Polícia Federal de supostos repasses entre a Oi e a Gamecorp, também divulgadas nesta terça-feira.

Segundo declara a companhia no fato relevante, o termo aponta que o conselho de administração da Oi deverá indicar o nome do substituto para o cargo, que deverá ser formalmente informado ao Juízo da RJ e ao Ministério Público do Rio de Janeiro. A empresa diz que a nomeação deverá ser feita"no âmbito de incidente que corre em segredo de justiça", embora não dê mais detalhes. 

Porém, em comunicado submetido à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no dia 20 de setembro, a empresa já dizia que o atual COO, Rodrigo Abreu, deverá assumir a liderança da empresa e a responsabilidade da implementação do Plano de Recuperação Judicial após o desligamento de Eurico Teles. Abreu já representa a operadora em eventos importantes, além de apresentar os últimos balanços trimestrais em teleconferência para analistas. 

De fato, já se era aventado no mercado pelo menos desde o início deste ano que o executivo deixaria a posição. O nome de Rodrigo Abreu como seu substituto começou a ser alvo de mais especulações no início do segundo semestre, ainda mais com sua nomeação como COO em setembro. No final de outubro, Teles já havia deixado o cargo de diretor jurídico da Oi, o qual acumulava com a função de diretor presidente.

Eurico Teles assumiu a presidência da Oi no período mais conturbado da história da companhia, durante o processo de recuperação judicial. Primeiramente de forma interina, substituindo o então CEO Marco Schroeder, ao final de novembro de 2017. Em dezembro daquele mesmo ano, a companhia conseguiu aprovar o Plano da RJ depois de um ano e meio da entrada no processo. Na semana passada, a empresa pediu a prorrogação da RJ, que completará dois anos em fevereiro de 2020. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.