Telemar e BrT elogiam PL 29/2007

Para João de Deus, diretor de planejamento executivo da Oi, esse é o momento de ?tentar uma ruptura?, ao se referir ao PL 29/2007, que cria novas regras para o setor de TV paga. Para ele, o mercado de distribuição de conteúdo é muito concentrado, e isso leva a uma concentração no mercado de produção também. Para acabar com essa concentração, deve-se abrir às teles a possibilidade de entrar no mercado de distribuição de conteúdo. ?Isso leva a um efeito em cadeia. Retirando o gargalo da distribuição, beneficia-se os produtores e os consumidores também?, diz ele.
Na opinião do presidente da Brasil Telecom, Ricardo Knoepfelmacher, o projeto tem a vantagem de fazer repensar o modelo. ?Se o projeto conseguir separar o que é conteúdo do que é distribuição já está bom. Temos que achar o modelo de negócio que seja bom para todo mundo. É a primeira vez que as teles sentam com os provedores de conteúdo para ver como isso vai funcionar. Espero que no ano que vem já possa contar com essa regulamentação?, afirma ele. Para o presidente da TIM, Mario Cesar Araujo, ?falta sensibilidade para criar um business ganha-ganha?. ?Não podemos acabar com a TV aberta, mas também não podemos atrasar o desenvolvimento. Se for para piorar, prefiro do jeito que está?, disse ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.