Vivo acredita que esta não será a última transformação digital

Alex Salgado, vice-presidente de B2B e wholesale da Vivo

[Publicado no Mobile Time] O vice-presidente de B2B e wholesale da Vivo, Alex Salgado, defendeu que a transformação digital é um processo contínuo. Durante o evento CI&T Biz Impact nesta quinta-feira, 10, o executivo afirmou que a digitalização "não será a última" da operadora no País, uma vez que sempre haverá evolução, da infraestrutura até o atendimento aos clientes.

"Temos uma série importante de iniciativas (no futuro). Hoje, com apoio da CI&T e de outros parceiros, sabemos o que tem o potencial de dar certo ou errado", disse o VP de B2B, sobre o apoio que possui da consultoria. "Não vai ser tudo agile ou lean, mas também não será cascata (waterfall, no original em inglês), como era antigamente".

Em sua fala, Salgado apresentou alguns dados da operação completa da Vivo. Considerando dados do primeiro trimestre de 2019 comparado a um ano antes, a companhia teve queda de 19% com gastos em impressão, diminuição de 12% nos custos do call center, redução de 8% nos custos do suporte técnico, queda de 23% nas ligações para o call center, resolução em 79% dos casos atendidos em canais digitais, e aumento de 30% na penetração da conta eletrônica.

Em B2B, o destaque foi o aumento de 104% nas receitas com assinaturas do Vivo Fibra e 10% no serviço de conectividade e serviços digitais, o Vivo IP Dedicado. Também cresceram em receita os serviços de Internet das Coisas (46%), nuvem (114%), segurança (40%) e big data (164%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.