Máquina de POS se transformará em canal de mídia, prevê Vivo

As máquinas de POS utilizadas hoje para a realização de pagamentos via cartão de crédito e débito poderão se transformar no futuro em um canal de mídia, com a exibição na tela de informações sobre promoções relacionadas à rede de adquirência ou mesmo ao estabelecimento comercial. A previsão é do diretor executivo do segmento empresas da Vivo, Maurício Azevedo, que relata estar conversando sobre o assunto com uma rede de adquirência. "Hoje o terminal de POS é simples. Poderia-se pôr conteúdo nele. Seria uma forma eficiente de comunicação", comentou Azevedo.

Este será um dos possíveis novos serviços de comunicação entre máquinas (M2M), mercado que deve crescer bastante no Brasil nos próximos anos em razão da redução do valor do Fistel, taxa cobrada pela Anatel por cada linha móvel em serviço no País. Atualmente, a maioria dos serviços de M2M são de baixo tráfego de dados e usam as redes 2G. As utilizações mais comuns são a telemetria de redes elétricas e de distribuição de água e o rastreamento de frotas de veículos.

Azevedo espera que gradativamente surjam novos serviços de M2M, agora usando a rede 3G e trafegando imagens. Além das máquinas de POS, ele vislumbra soluções de segurança com tecnologia de reconhecimento de imagem em câmeras em estádios, especialmente para eventos de grande porte como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. "Para reconhecimento de pessoas precisaria ser uma câmera em alta definição. Só fará sentido econômico quando o benefício for grande, como é o caso na área de segurança", disse. Azevedo participou nesta quarta-feira, 10, da Futurecom, no Rio de Janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.