AT&T cede à pressão do FCC e investe em harmonização na faixa de 700 MHz

Após um período em discordância com a agência reguladora norte-americana (FCC), a operadora AT&T finalmente aceitou dar os primeiros passos para a interoperabilidade na banda baixa da faixa de 700 MHz (banda 12), correspondente aos blocos entre as frequências de 698 MHz a 746 MHz. A companhia afirmava que "desafios" na faixa deixavam o bloco A (698 MHz a 704 MHz; e 728 MHz a 734 MHz) "vulnerável a interferências e, em grande parte, não utilizado". Agora, a operadora diz que houve consenso na indústria para caminhos de interoperabilidade, permitindo a harmonização de regras para endereçar preocupações com interferências no bloco E (722 MHz a 728 MHz).

Na prática, isso significa que a interoperabilidade com operadoras regionais nos EUA, que utilizam as mesmas bandas na faixa de 700 MHz, vai se tornar possível. A atitude da empresa facilita não apenas o roaming interno naquele País, mas também alivia os fabricantes de handsets, que precisavam fazer modelos específicos para a gigante norte-americana.

A AT&T afirma que irá investir na modificação em sua rede LTE por meio de implementação de um software recentemente padronizado, permitindo a compatibilidade com devices que suportem a faixa. "A AT&T também se comprometeu a trabalhar colaborativamente com seus parceiros e OEMs de chipsets para introduzir, em um período razoável de tempo, novos dispositivos compatíveis com banda 12 em seu portfólio".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.