TV ainda é principal tela, mas experiência está mudando, diz CTO da Motorola

Em meio às discussões sobre o consumo de vídeo por mídias tradicionais em relação às novas plataformas, os conteúdos ao vivo, vistos pela tela da TV ainda são dominantes. Segundo o CTO da Motorola Mobility, Geoff Romàn, que participou do congresso da ABTA 2011 nesta quarta-feira, 10, as horas gastas na frente da TV estão aumentando. Em 2010, foram 154 horas mensais gastas por usuário consumindo vídeo na TV, contra 151 em 2008. O Hulu, por exemplo, evoluiu de uma hora mensal em 2008 para quatro em 2010.
Por outro lado, ele lembra que a experiência de assistir TV está mudando. O percentual de consumidores de Internet que visitam os sites de vídeo online por semana aumentou: o YouTube, por exemplo, era visitado por 33% dos consumidores online em 2008. Em 2010, foram 36%.
Outras telas

Notícias relacionadas
O executivo da Motorola apontou que 29% dos consumidores estão muito interessados em assistir conteúdo em qualquer lugar e a qualquer hora, 32% estão relativamente interessados e 39% têm pouco interesse.
"O consumidor já vê muita TV e o que operadores de TV por assinatura como Comcast e Verizon estão fazendo é lançar aplicativos para tablets e smartphones que servem de controle remoto, permitindo comandar a TV e programar o DVR, ao mesmo tempo que servem de segunda tela para acesso a conteúdos relacionados à programação da TV", conta Romàn. Além disso, live streaming para tablets e mobile devices também está se tornando um aplicativo importante.
Ele complementa que uma das maneiras novas de ver TV é aquela que envolve as redes sociais, usando dispositivos como os tablets, ao mesmo tempo em que se assiste TV.
A Motorola estima que em 2010 foram vendidos cerca de 15 milhões de tablets e a expectativa é de que, até 2020, 10 bilhões de dispositivos tenham tenham a funcionalidade de acesso à Internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.