Algar conclui aquisição de provedora pernambucana Smart

[Atualizada às 15h55] Após a implantação de condições suspensivas previstas no contrato, a Algar Telecom concluiu a compra da provedora pernambucana Smart Telecomunicações e Serviços. Anunciada em março, a transação deverá incluir o pagamento de até (a depender de "eventos futuros") R$ 49,8 milhões, segundo a operadora mineira confirmou em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quarta-feira, 10.

A rede da Smart é composta de 700 km na Grande Recife e 300 km em direção ao interior, levando a infraestrutura da Algar a um total de 1.100 km de rede própria em Pernambuco. Segundo afirmou em nota o vice-presidente de negócios da operadora, Osvaldo Carrijo, isso permitirá "atender de forma ampla todo o mercado empresarial da cidade de Recife e região metropolitana, englobando Paulista, Jaboatão dos Guararapes e Olinda, e parte do interior, até Caruaru".

Na época do anúncio da aquisição, a Algar afirmou que o contrato para a compra de todas as quotas representativas do capital social da Smart tinha como objetivo "dar seguimento ao plano de expansão da atuação da companhia na Região Nordeste do País". Assim, a operadora de Uberlândia incorpora a rede e os ativos de telecomunicações da Smart em Pernambuco. A companhia afirma que a transação "não representa investimento relevante, nos termos da legislação vigente, e nem afetará de forma significativa os resultados financeiros e/ou contábeis consolidados".

A Algar já havia feito investimento recente para ampliação no Nordeste com a aquisição de ativos da Cemig Telecom em Fortaleza e Recife, além de Goiânia. A atuação da operadora na região é com os clientes corporativos e de pequenas e médias empresas. A previsão é de investir cerca de R$ 78 milhões em expansão no Nordeste em cinco anos – além de Pernambuco, a Algar tem presença no Ceará, Bahia, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe e Alagoas. Em todo o Brasil, a companhia de Uberlândia conta com 61 mil km de fibra, dos quais 11,1 mil km foram construídos somente no ano passado. Os investimentos no primeiro trimestre de 2019 totalizaram R$ 202 milhões, quase 73% acima do mesmo período no ano anterior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.