Oi cancela emissão de debêntures no valor de R$ 800 milhões

Alegando "necessidade de ajustes ao cronograma da oferta para adequá-lo às atuais condições de mercado", a Oi cancelou a emissão das 800 mil debêntures simples no valor de R$ 800 milhões e que estava programada para acontecer ainda em junho. Em comunicado à CVM na noite da terça, 9, a operadora afirma que todas as intenções de investimento e todos os pedidos de reserva que possam ter sido realizados por investidores de varejo serão cancelados.

Os coordenadores e instituições consorciadas, conforme definidos no prospecto preliminar da empresa, comunicarão aos respectivos investidores o cancelamento da reserva. Caso já tenham efetuado pagamentos, os investidores receberão os valores sem juros ou correção monetária e ainda, se for o caso, com dedução de valores relativos a tributos incidentes.

Anunciadas ainda em maio, as debêntures poderiam ser emitidas em duas séries e visavam obter recursos líquidos para Capex e reforço de capital de giro. O valor seria utilizado integralmente para financiamento de projetos de investimento em infraestrutura considerados prioritários pela empresa, como ampliação de bakcbone, implantação e expansão de EILDs (exploração industrial de linhas dedicadas), Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), expansão de núcleo da rede IP, expansão das redes de próxima geração (NGN), projetos como PGMU Individual/Coletivo; expansão de rede de fibra para FTTH, rotas lineares ou fechamento de anéis; expansão das redes 2G e 3G, além de implementação do LTE; e novas estações radiobase (ERBs).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.