Anatel prorroga autorização para Claro explorar satélite por 15 anos

A Anatel publicou, no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 10, ato em que prorroga por 15 anos, a partir de 13 de novembro de 2018, o direito de exploração de satélite brasileiro e uso das radiofrequências associadas na Banda Ku para a Claro. A autorização, relativa à posição orbital 70° Oeste, era da Star One, subsidiária que foi incorporada ao grupo (e hoje opera debaixo do guarda-chuva da Embratel) no ano passado.

De acordo com o instrumento, o Preço Público pelo Direito de Exploração de Serviços de Telecomunicações (PPDES) a ser pago pela prestadora é de R$ 8,359 milhões. Para a formalização do ato, além do pagamento da autorização, a prestadora deverá apresentar documentação de regularidade fiscal.

1 COMENTÁRIO

  1. Antes de explorar satélite. Deveriam melhorar o serviço prestado, tal como cobertura e principalmente serviço de internet que está sempre instável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.