Crescimento móvel no Brasil ultrapassa 100%, diz estudo

De acordo com a Flurry, empresa que analisa o mercado móvel, o número de smartphones e tablets ativos no Brasil mais do que duplicou entre abril de 2012 e abril de 2013. O estudo da empresa não revelou números exatos do País, mas o classificou na faixa de crescimento de 100% a 199%. A pesquisa ainda afirma que, além do Brasil, os demais países do BRIC (Rússia, Índia, China) tiveram sua base móvel mais do que dobrada nesse período, além de boa parte da América do Sul e algumas partes da África.

A empresa aponta que os Estados Unidos estão entre os 5% de países com menor crescimento de dispositivos em 2012-2013. Com uma taxa de aumento de 47%, a razão para o país ficar abaixo de outros fica clara quando se compara o tamanho da base de dispositivos conectados instalados e a população. A China, por exemplo, tem uma base de dispositivos similar à dos Estados Unidos, mas como tem uma população mais de quatro vezes maior, cresceu 149%.

O uso de smartphones e tablets cresceu em todos os países do mundo no último ano, exceto pela Coreia do Sul, Nigéria e República da África Central. No caso da Coreia do Sul, como foi um país que adotou muito cedo a tecnologia móvel, é possível que tenha um mercado já saturado.

Outros países que adotaram cedo a mobilidade estão crescendo em taxas menores de 100%, principalmente países de língua inglesa, além de países da Europa Ocidental e alguns da Ásia. A pesquisa mostra que muito desse crescimento é resultado da adoção de tablets pelos usuários como segundo dispositivo.

Por último, alguns países tiveram um crescimento em taxas de 200%, e até de 300% ou mais, como Timor Leste, Paraguai, Angola e Uzbequistão. Muitos desses são países relativamente pequenos e tiveram investimento recente de peso em infraestrutura móvel, por isso esse hipercrescimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.