OneWeb adquire TrustComm para atender governo dos EUA

Foto: Pexels

A OneWeb anunciou nesta segunda-feira, 10, a aquisição da empresa norte-americana TrustComm. Com a adição, a operadora de satélites de baixa órbita (LEO) espera criar uma nova subsidiária para atender o governo dos EUA.

Com base no Texas, a TrustComm fornece comunicações gerenciadas por satélite para governos e organizações comerciais desde 1999. Os termos da transação foram mantidos em confidencialidade; a expectativa é de aprovação regulatória e conclusão do negócio ainda em 2021.

"A aquisição sustenta nossa estratégia de escalar rapidamente o serviço de comunicações por satélite para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos e outras agências públicas", afirmou o chefe de serviços governamentais da OneWeb, Dylan Browne, em comunicado emitido pela constelação.

Notícias relacionadas

Para tal, uma subsidiária será criada sob a liderança do atual CEO da TrustComm, Bob Roe. "A herança da TrustComm e as equipes de suporte focadas no cliente nos permitirão expandir o portfólio de serviços que oferecemos. Este é um desenvolvimento empolgante e esperamos levar nossos negócios governamentais a novos patamares no próximo ano", afirmou o executivo.

Velocidades

A OneWeb espera oferecer ao Departamento de Defesa (DoD) norte-americano um conjunto de serviços de conectividade com velocidades de até 195 Mbps, menor latência e "economia substancial em relação aos modelos tradicionais de vendas GEO" (geoestacionários), segundo o comunicado.

A empresa de satélites LEO lembra que já realizou uma demonstração do sistema de comunicações para o DoD em março, com taxas de dados de até 500 Mbps e níveis de latência de 32 milissegundos (ms) atingidos no cenário do teste.

A OneWeb pretende iniciar a oferta de serviços comerciais na região do oceano Ártico no fim de 2021, expandindo o serviço globalmente no ano que vem a partir de uma constelação de 648 artefatos. Recentemente, a empresa recebeu a Eutelsat como nova sócia em adição ao governo do Reino Unido e ao grupo indiano Bharti.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.