Centro de inovação da Algar Telecom, Brain abre filial em Portugal

Centro de inovação e negócios digitais fundado pela Algar Telecom, o Brain anunciou a abertura de uma filial em Lisboa (Portugal). Com a internacionalização, o objetivo é prospectar soluções baseadas em 5G, blockchain e Internet das Coisas (IoT) no ecossistema do país europeu.

A aproximação com Portugal estava em curso desde 2020, quando ações com empresas e negócios foram iniciadas. Em 2021, foi lançada a primeira edição de um programa internacional de Open Innovation, com participação no país. Já em janeiro deste ano, o Brain anunciou um acordo com a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e o Instituto de Telecomunicações (IT) de Portugal para atuação conjunta em projetos de inovação.

Inicialmente, o novo centro de inovação estará no Atlantic Station, um espaço colaborativo gerenciado pela Atlantic Hub. A empresa global auxilia mais de 70 organizações brasileiras em seus processos de internacionalização, tendo Portugal como porta de entrada.

Notícias relacionadas

Além de fortalecer a frente de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) em tecnologias disruptivas, a Algar também tem expectativa de captar recursos financeiros para a inovação e atrair talentos profissionais a partir da iniciativa.

Origens

Segundo comunicado, a escolha por Portugal ocorreu pela convergência com as frentes de atuação do Grupo Algar (principalmente telecomunicações, TI, turismo e entretenimento). Além disso, o fundador da operadora mineira, Alexandrino Garcia, era português. "É um marco porque, após mais de 100 anos, o Grupo volta às origens e chega em terras portuguesas por meio do seu centro de inovação", destacou a presidente do Brain, Zaima Milazzo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.