Publicidade
Início Newsletter Venda da InfraCo da TIM pode sair no final de março

Venda da InfraCo da TIM pode sair no final de março

A TIM recebeu “várias ofertas” para a venda da unidade de fibra, mas ainda não revelou quais propostas vinculantes deverão ser escolhidas. Segundo o presidente Pietro Labriola, o processo “segue em curso conforme planejado”, uma vez que a operadora já criou o veículo com a separação industrial da rede fixa, também chamada de InfraCo (ou FiberCo). “Criamos o veículo que receberá o ‘carv-out’ [a separação], estamos analisando as propostas e esperamos a assinatura no primeiro trimestre de 2021”, disse o executivo durante teleconferência de resultados financeiros nesta quarta, 10.

A empresa entende que há oportunidades a ser capturadas com a banda larga fixa, não apenas com a fibra até a residência como no 5G em acesso fixo-móvel (FWA). Assim, o projeto estratégico é considerado uma “evolução” da oferta para a rede neutra, e entra em uma fase crítica nas próximas duas ou três semanas na negociação.

De fato, a promessa é que mais detalhes sobre os interessados sejam divulgados no evento para o mercado financeiro TIM Day, que acontecerá no começo de março. “Estamos nas fases finais, recebemos várias ofertas. Estamos bem satisfeitos com a evolução do projeto, e estamos almejando assinar no final de março, provavelmente nas primeiras semanas do segundo trimestre”, especificou o CFO da operadora, Adrian Calaza. 

Notícias relacionadas

O executivo diz que foram “várias ofertas”, mas não confirma interesse de algum tipo de empresa. “Tem fundo que está interessado na FiberCo da Oi [o BTG Pactual]. Do nosso lado, temos mais de um, e isso quer dizer que nosso projeto é bem interessante também.”

Ele ressalta ainda que o projeto “é industrial, não financeiro”. Isso significa que a companhia pretende encontrar parceria que faça mais sentido em sinergias e no operacional, e não apenas pelo maior valor. “O que estamos procurando com isso é evoluir no negócio de ultra banda larga porque vemos muitas oportunidades e crescimento de receitas entre 25 e 30% ano a ano na fixa”, declara Calaza. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile