Publicidade
Início Newsletter Winity vai pagar R$ 1,19 bilhão em dinheiro pela faixa de 700...

Winity vai pagar R$ 1,19 bilhão em dinheiro pela faixa de 700 MHz e cobrirá 36 mil km de estradas

Vencedora do lote nacional de 700 MHz no leilão do 5G, a Winity Telecom vai pagar R$ 1,194 bilhão em dinheiro pelo direito de exploração da faixa durante 20 anos, além de R$ 233 milhões em compromissos de cobertura.

Os valores compõem o montante (R$ 1,427 bilhão) oferecido pelo braço de telecom do fundo Pátria. Como o valor ficou R$ 1,270 bilhão acima do preço mínimo da faixa (R$ 157 milhões), a Winity poderia transformar o ágio em investimentos. A quantidade de obrigações disponíveis, contudo, não foi suficiente para conversão da maior parte da cifra.

“Não há estoque de obrigações suficiente para converter todo o ágio em obrigações, de modo que nós temos R$ 1.036.550.204,98 a título de preço público a ser pago, em adição ao preço mínimo”, explicou o presidente da Comissão Especial de Licitação da Anatel, Abraão Balbino, durante a escolha dos compromissos do leilão, iniciada nesta terça-feira, 9.

Notícias relacionadas

No caso da Winity, as obrigações como ganhadora dos 10 MHz +10 MHz em 700 MHz incluem a cobertura com 4G em centenas de localidades sem o serviço e em 2.349 trechos de rodovias federais, perfazendo mais de 35,7 mil km após a escolha de obrigações adicionais. Pelo acordado com a Anatel, os R$ 233 milhões serão suficientes para as iniciativas. Mas além desse custo de outorga, os compromissos adicionais representam custos pesados de investimentos que a Winity terá que fazer, como mostrou TELETIME nesta análise específica sobre a faixa de 700 MHz. Esses 2.349 trechos de rodovias exigem pelo menos uma ERB por trecho, e alguns deles têm apenas algumas centenas de metros. No valor de referência da Anatel, o custo de uma ERB é de R$ 1,2 milhão.

Já o R$ 1,194 bilhão que será pago ao Tesouro poderá ser dividido pelo mesmo número de anos da licença de exploração do espectro – ou em até 20 parcelas.

A Winity já revelou expectativa de construir 5 mil torres até 2029, com investimentos estimados em R$ 2 bilhões ao longo do processo. A rede nacional da empresa será ofertada para outras operadoras no modelo de atacado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile