Publicidade
Início Newsletter Teles rearranjam blocos de 26 GHz após acordo mediado pela Anatel

Teles rearranjam blocos de 26 GHz após acordo mediado pela Anatel

Além da escolha de compromissos adicionais, a sessão pública da Anatel sobre o leilão do 5G realizada nesta terça-feira, 9, também foi palco de um acordo mediado pela agência que permitiu o rearranjo das faixas de 26 GHz entre as vencedoras do leilão.

A alocação dos blocos em ordem diferente da estabelecida na licitação não afetou valores ofertados pelos ativos e buscou a formação de lotes contíguos, com consequente ganho de eficiência técnica, de acordo com a Anatel.

No desenho final, os três blocos nacionais de 200 MHz da Vivo devem ser posicionados entre o espectro de 24,3 GHz e 24,9 GHz, deixando um espaço de dois blocos até a capacidade também nacional da Claro (que ficará entre 25,3 GHz e 25,7 GHz).

Notícias relacionadas

O espectro da TIM vai de 26,1 GHz a 26,3 GHz (nacional) e 26,3-26,7 GHz (regionais). Já em São Paulo, a Neko/Surf Telecom ficará com o 25,9 GHz a 26,1 GHz, contíguos aos da TIM. “A Neko solicitou a posição devido à limitação técnica de fornecedor”, explicou o superintendente de outorga e recursos à prestação da Anatel, Vinicius Caram. O 1 GHz em capacidade regional da Algar fecha a faixa (26,5-27,5 GHz).

Segundo o superintendente de planejamento e regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali, além da maior eficiência técnica dos blocos reunidos (importante para o sincronismo em operações TDD), o arranjo também facilita eventual alocação futura da capacidade agora intercalada entre as atuais prestadoras – seja para um novo entrante ou para as próprias grandes teles.

Mediação

Esta foi uma das razões que levaram a Anatel a mediar um acordo para o rearranjo após uma primeira proposta apresentada pela Claro ser rechaçada. Liderado por Nilo Pasquali e por Vinícius Caram, o diálogo com as prestadoras envolveu até mesmo o comando da Telefónica (controladora da Vivo) na Espanha, que deu sinal verde para a realocação após uma resistência inicial.

As informações foram relatadas pelo presidente da Comissão Especial de Licitação (CEL) da Anatel, Abraão Balbino, em coletiva de imprensa nesta terça-feira. Segundo ele, com o sucesso do acordo, a agência mantém o cronograma de realizar a adjudicação do espectro ainda nesta quarta-feira, 10.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile