Presidência do Gired ainda não está definida, diz Euler

Com a troca de presidência da Anatel decorrente da saída de Juarez Quadros e, agora, com o desligamento de Vítor Elísio Menezes da superintendência de espectro e órbita, é certo que o Gired (grupo que acompanha o processo de digitalização da TV analógica) passará por mudanças. Estas alterações acontecem em um momento crítico, já que o grupo terá que decidir, em breve, a destinação dos recursos de cerca e R$ 800 milhões que devem sobrar do orçamento da EAD (empresa responsável pela digitalização dos municípios onde está sendo feita a limpeza da faixa de 700 MHz). Leonardo Euler, novo presidente da Anatel, afirmou que uma decisão sobre como ficará a coordenação do Gired ainda não foi tomada e caberá o conselho diretor. Ele disse que, pessoalmente, não acha ideal que o presidente da agência acumule a função de presidente do Gired, como acontecia no mandato de Juarez Quadros, e tende a sugerir outro conselheiro para a questão. Perguntado se aguardaria a chegada de Moisés Moreira, atual secretário de radiodifusão e que está indicado para o conselho da agência, Euler diz ser um bom nome por já participar do Gired e ter conhecimento do assunto, mas afirma que não houve ainda conversa neste sentido. O novo presidente da Anatel também não descarta a hipótese de que outro conselheiro assuma a tarefa. A sabatina de Moisés Moreira na comissão de infraestrutura do Senado foi adida esta semana e não se sabe se ele permanecerá candidato ao conselho da agência agora que não mais ocupará a presidência, como indicado inicialmente pelo ministro Gilberto Kassab (indicação esta alterada diretamente pelo presidente Temer).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.