Fitratelp vê risco de mais demissões na Oi após venda fatiada

A Federação Interestadual dos Trabalhadores e Pesquisadores em Serviços de Telecomunicações (Fitratelp) diz que é contrária ao plano de demissão voluntária divulgado pela operadora Oi nesta sexta-feira, 9. A entidade alerta para riscos de mais demissão após a venda fatiada da empresa.

Segundo João Moura, presidente da entidade, a federação argumentou para que a medida não fosse tomada pela empresa. "Com o projeto previsto no aditivo da recuperação judicial, vai ampliar ainda mais esse número de demissões", disse o dirigente sindical.

Moura diz ainda que as indenizações previstas foram ampliadas diante críticas que a entidade fez ao plano. "Mas após o limite de concessão dos benefícios adicionais negociados, o problema dos trabalhadores não estará resolvido", afirmou.

As demissões, prossegue o sindicalista, são quase que certas após o fatiamento da empresa, conforme proposta na recuperação judicial. "Com a venda da parte móvel, as demissões deverão dobrar de tamanho", diz Moura.

4 COMENTÁRIOS

  1. O jeito é cobrar na conta o tal minuto leitura e outras inutilidades que ninguém contratou. Sem falar no spam que a gente recebe toda hora mesmo já tendo pedido para não incomodarem mais. As pessoas idosas ficam perdidas, sem saber como reclamar pois o atendimento do robô deles época um rolo, um jogo de empurra.

  2. Gostaria de compartilhar onde essa divisão vai levar e qual a nossa defesa em relação a sermos obrigados a aceitar a OI FIBRA? Dizendo que a cobre já era! E que em teu bairro não poosui mais conexão para o produto! E quando você vai questionar o errado é você. A tua conta aumenta !!! Vamos vê se o Procon e a Promotoria de defesa do consumidor possa ajudar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.