Call center da Anatel poderá ser custeado pelas teles

Já que os consumidores insatisfeitos com os serviços procuram a Anatel porque não conseguiram resolver seus problemas com a prestadora, a agência está avaliando a possibilidade de transferir o custo do seu call center para as empresas. "Estamos discutindo que o custo do nosso call center seja repassado para as empresas, já que o nosso atendimento é fruto da incapacidade das empresas em resolver os problemas", disse o presidente da Anatel, João Rezende, em audiência nesta quarta,9, no Senado Federal.

O call center da Anatel goza de uma excelente reputação junto aos usuários. Isso porque as empresas se esforçam para resolver as demandas que chegam até lá, uma vez que as queixas não resolvidas têm impacto nos indicadores de atendimento usados pela agência. A Anatel gasta por ano aproximadamente R$ 20 milhões com o seu call center.

Outra iniciativa que deve ser implementada pela agência, essa no âmbito do Regulamento de Atendimento, Oferta e Cobrança (RACO), é o cancelamento automático dos serviços. Rezende explicou que as empresas terão de disponibilizar uma opção no call center para cancelar o serviço sem precisar falar com o atendente. ãs operadoras, contudo, será permitido um contato posterior com o usuário para oferecer opções de retenção, explicar sobre eventuais contratos de fidelidade ou oferecer planos mais vantajosos.

O cancelamento automático foi uma alternativa pensada para driblar os obstáculos que as empresas colocam quando o usuário chama o call center com o objetivo de cancelar o seu contrato. "Muitas vezes o cidadão não consegue cancelar o seu contrato", constata Rezende.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.