Vendas de smartphones caíram 13% no segundo trimestre no Brasil

As vendas de smartphones no Brasil caíram 13% no segundo trimestre deste ano. Foram comercializadas 11,3 milhões de unidades entre abril e junho, contra 13 milhões no mesmo período de 2014. No segmento de feature phones a queda foi de 78% no mesmo intervalo, com 937 mil unidades vendidas no segundo trimestre de 2015. Os dados fazem parte do relatório Mobile Phone Tracker, da IDC.

As causas para a queda nas vendas de smartphones são a alta da inflação, a piora do índice de confiança do consumidor brasileiro e o crescimento do desemprego, enumera o analista de pesquisas da IDC Leonardo Munin. Ele destaca ainda que o mercado brasileiro nunca teve tão abastecido: com o medo da alta do dólar, varejistas e operadoras adiantaram compras de aparelhos e agora precisam vendê-los a preços mais agressivos para atingir suas metas. A Black Friday e o Natal são as últimas esperanças para salvar o ano, ou  pelo menos diminuir a queda nas vendas.

O ponto positivo do segundo trimestre é que o tíquete médio na compra de celulares no Brasil subiu de R$ 789 para R$ 867. Em termos de especificações, merece destacar que 34% dos aparelhos vendidos no segundo trimestre eram 4G e que dispositivos com tela entre 5 e 5,5 polegadas representaram a maior fatia de vendas. Os phablets (aparelhos com mais de 5,5 polegadas) responderam por apenas 3% do total.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.