Tela do novo iPhone reconhece a pressão do toque

Os novos iPhones 6S e 6S Plus foram apresentados oficialmente pela Apple nesta quarta-feira, 9. A principal novidade deles é uma tela capaz de reconhecer a pressão do toque, tecnologia que a empresa batizou como "touch 3D". Ela abre um leque de novas possibilidades para a interface de apps em iOS.

No anúncio feito pela empresa, foram demonstradas várias utilizações do touch 3D, a começar pela abertura de menus em pop-up na home screen ao tocar e manter pressionado o ícone de um app. Isso permite avançar diretamente para uma funcionalidade específica daquele aplicativo listada no menu. A navegação entre aplicativos abertos agora pode ser feita pressionando a lateral da tela, em vez de apertar duas vezes o home button. Também foi apresentado o uso do touch 3D em ações rotineiras do dia a dia, como leitura de e-mail e reprodução de músicas. Até games de ação vão se beneficiar da novidade, adicionando novos comandos de acordo com a pressão do toque.

Fotos "vivas"

A câmera traseira tem 12 MP e agora tira "live photos", ou "fotos vivas". É uma funcionalidade que vem ativada por default (mas pode ser desabilitada a qualquer momento) e que grava 1,5 segundo antes e 1,5 segundo depois do momento do clique. Desta forma, ao navegar pela galeria de imagens, o usuário pode ver um pequeno vídeo de três segundos do momento da captura da foto, incluindo o som da cena. Outra novidade é que agora o iPhone é capaz de gravar vídeos em 4K. A câmera frontal, por sua vez, tem 5 MP e vai passar a usar a própria tela como flash. Tanto as fotos vivas quanto os vídeos em 4K já estão disponíveis há bastante tempo em alguns smartphones Android.

Especificações

As telas dos iPhones 6S e 6S Plus têm o mesmo tamanho de seus antecessores: 4,7 e 5,5 polegadas respectivamente. O processador é o A9, terceira geração de chip de 64 bits da companhia, e vem junto com o M9, um coprocessador de movimento. O aparelho é compatível com LTE Advanced, podendo alcançar 300 Mbps de download, se estiver em uma rede compatível com essa tecnologia. Os novos smartphones suportam 23 bandas diferentes de 4G. O leitor de impressão digital é de segunda geração e, de acordo com a empresa, escaneia duas vezes mais rápido que seu antecessor. Os novos iPhones vêm com o sistema operacional iOS 9, que será disponibilizado para o resto da base da Apple a partir de 16 de setembro.

Disponibilidade

As pré-vendas começam no dia 12 de setembro e os produtos chegarão às prateleiras a partir de 25 de setembro nos seguintes países: Alemanha, Austrália, Canadá, China, Cingapura, EUA, França, Hong Kong, Japão, Nova Zelândia, Porto Rico e Reino Unido. No resto do mundo, inclusive no Brasil, serão lançados até o fim do ano. Os dois aparelhos serão vendidos nos EUA pelo mesmo preço de seus antecessores quando chegaram ao mercado: a partir de US$ 199 para o iPhone 6S e US$ 299 para o iPhone 6S Plus na versão de 16 GB. No Brasil, contudo, a alta do dólar provavelmente obrigará a Apple a praticar um preço mais salgado que o do ano passado, que já havia batido todos os recordes anteriores, alcançando R$ 4.399 para a o 6 Plus de 128 GB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.