Receita mundial com M2M será de US$ 10 bilhões este ano

As receitas geradas pelo mercado de comunicação entre máquinas (M2M) serão de US$ 10 bilhões no mundo em 2013, e devem atingir US$ 88 bilhões em 2023. A receita média por conexão, no entanto, deve cair de US$ 5,54 para US$ 3,60. As previsões são da Analysys Mason, autora de um relátorio sobre o mercado nesse período de dez anos.

A partir de 2015, o número de conexões M2M será alavancado nos países emergentes, pois as operadoras desses locais buscarão conexões adicionais e o custo da implementação de soluções M2M cairá. De 2013 para 2023, a participação de mercado em conexões dos países desenvolvidos vai diminuir de 68% para 62%.

Segundo o relatório, são necessários 18 meses ou mais para organizar um negócio de M2M. Hoje, as operadoras de mercados emergentes estão focando no crescimento do número de smartphones e tablets, e sabem que um negócio de conexões máquina-a-máquina é mais arriscado. Mas o cenário deve mudar, principalmente, para os setores automotivo, de utilities e de segurança, que terão modelos de negócios mais fáceis. Somente o setor de utilities vai representar 67% de todas as conexões M2M em dez anos.

PMEs

O estudo prevê que as pequenas e médias empresas (PMEs) terão um crescimento significativo em conexões M2M. Excluindo o setor de utilities, a proporção de conexões totais das PMEs passará de 14,6% em 2013 para 24,6% em 2023, o que significa um crescimento médio anual de 33%. O setor de utilities é ignorado nessa conta porque é dominado por grandes corporações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.