Adiada a apreciação do relatório da MP 780 que institui Refis das autarquias

A Comissão Mista da MP 780/2017 adiou a apreciação do relatório do senador Wilder Morais (PP-GO), prevista para esta quarta-feira, 9. Nova reunião foi agendada para a próxima quarta-feira, 16.

A MP 780 institui o Programa de Regularização de Débitos não Tributários (PRD) junto às autarquias e fundações públicas. O programa permite a renegociação de débitos inscritos ou não na dívida ativa para pessoas físicas ou jurídicas, incluindo aqueles que tenham parcelamentos anteriores ou que estejam em discussão administrativa ou judicial.

O relator acatou a sugestão da Anatel e incluiu no texto do projeto de conversão a possibilidade de destinar parte dos juros para investimentos no setor, mas apenas para as empresas que escolherem o pagamento dos débitos em 240 prestações (20 anos). Isso sem prejudicar a arrecadação prevista para este ano, já que a primeira parcela, de 20% do total da dívida, não seria afetada.

Há duvidas sobre a aceitação do projeto pelo Ministério do Planejamento e pela Advocacia-Geral da União, que não querem uso de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) nas negociações dos débitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.