Publicidade
Início Teletime Paulo Bernardo descarta incentivos à Oi durante a Copa do Mundo

Paulo Bernardo descarta incentivos à Oi durante a Copa do Mundo

Embora a Oi seja a parceira oficial da FIFA para a Copa do Mundo 2014, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, rechaçou a possibilidade de o governo injetar dinheiro na operadora para ajudar na construção das redes que darão suporte ao evento. “Eles têm duas alternativas: construir redes ou comprar capacidade da Telebrás”, afirmou.
Segundo o ministro, o único investimento em telecomunicações que o governo fará para o evento é a construção das redes do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). “Não seremos responsáveis pelo fornecimento de serviços, apenas de capacidade”, comentou Bernardo durante abertura do Congresso ABTA, em São Paulo. “Vamos construir redes para a Telebrás, porque o Brasil se comprometeu. A única coisa que vamos fazer é oferecer tráfego para quem desejar comprar". O ministro garantiu que a Telebrás não fará a prestação de serviço ao consumidor final.
Segundo Berbardo, a Telebrás construirá infraestrutura em todas as cidades sede do evento esportivo e algumas cidades onde os times farão suas concentrações. "Quando o evento terminar, esta infraestrutura permanecerá da estatal.”

Notícias relacionadas
Piloto
O ministro afirmou também que fará testes da tecnologia LTE durante o evento Rio mais 20, que acontece em meados do próximo ano no Rio de Janeiro. “Estamos negociando com a Anatel uma licença provisória para testar a tecnologia já em 2012”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile