Vivo deve anunciar parceria para telemedicina nas próximas semanas

Foto de Jefferson Coppola

Considerada estratégica no Brasil em um cenário de pandemia do novo coronavírus (covid-19), a telemedicina será objeto de uma parceria a ser anunciada pelo Vivo nas próximas semanas, adiantou nesta terça-feira, 9, o CEO da operadora, Christian Gebara.

"A Vivo quer ser um hub de distribuição de serviços digitais e vínhamos anunciando várias parcerias para transformar a proposta de valor. Dentro desses serviços, a telemedicina é um com enorme potencial. Vamos anunciar em alguns dias uma das primeiras parcerias dessa esfera, acreditando que a venda seria da conexão da Vivo junto ao serviço de telemedicina de um terceiro", revelou Gebara, em live promovida pelo jornal Valor Econômico.

Notícias relacionadas

O executivo notou que, nos últimos anos, a regulamentação da atividade teve "movimentos positivos e depois, voltas atrás sobre o que poderia ser feito". Mesmo assim, a Vivo não teria tirado o segmento do radar. Recentemente, um projeto de lei aprovado e sancionado e uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) garantiram a possibilidade da realização de consultas via telemedicina, pelo menos durante o período de emergência sanitária.  

Gebara também lembrou que o corpo de funcionários da Vivo já tem acesso, desde a escalada da pandemia, à solução do gênero ofertada pelo hospital Albert Einstein. "Colocamos para nossos próprios colaboradores e o uso [da ferramenta] disparou", afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.