TIM detalha migração de rede e clientes da Oi Móvel

Além do projeto piloto de migração dos clientes da Oi Móvel para a sua rede na área de numeração 19 (correspondente a Campinas) a TIM já iniciou também o processo de migração nos DDDs 53 (região de Pelotas) e 95 (Boa Vista), e a expectativa é que os DDDs 11, 21 e 61 (São Paulo, Rio e Brasília), onde está a maior quantidade de clientes, comecem a passar pelo processo de migração de rede em junho e julho, nos mesmos moldes do que está sendo feito nas praças de teste, explicou Leonardo Capdeville, CTIO da TIM, ao TELETIME Live. Veja a íntegra da entrevista em vídeo no canal TELETIME Live.

A migração de clientes oriundos da Oi Móvel para a rede da TIM começa em um processo "roaming-like", em que os clientes Oi que não tenham cobertura ou estejam em áreas com sinal fraco são recebidos na rede da TIM. Em breve, a rede da Oi Móvel será desativada, permanecendo penas a rede TIM, "turbinada" com o espectro adicional da Oi Móvel, o que deve acontecer em questão de dias nas cidades em que a migração de rede já começou. Em Campinas, esse desligamento da rede da Oi acontece até o final de semana.

Notícias relacionadas

Segundo Capdeville, a migração já mostrou ganhos qualitativos. Além do fato de que 30% dos clientes da Oi Móvel terem realizado o roaming, o que significa que eles ficaram em situação que a rede da TIM atendia melhor, as medições mostraram também um uso mais intensivo da rede, com um ganho considerável na velocidade de conexão dos clientes da Oi Móvel e uma permanência maior na rede 4G. "A escolha do DDD 19 para testar essa migração buscou uma média da situação que vamos encontrar no mercado, então é possível dizer que os resultados devem ser sempre para melhor", disse Capdeville a esse noticiário. A TIM aposta no fato de que terá, em uma primeiro momento, uma relação espectro/base de clientes 50% mais confortável do que as concorrentes para não só intensificar as vendas quanto para melhorar a qualidade da experiência do usuário. 

Segundo Homero Salum, diretor de rede de acesso da TIM, a expectativa é que em três meses o espectro da Oi nas áreas em que a TIM ficou com os clientes já esteja totalmente absorvido pela rede da TIM, e que nas demais áreas, onde a operadora receberá espectro da Vivo, em até oito meses esse processo de transferência esteja concluído.

Marco di Costanzo, diretor de engenharia de rede da TIM, lembra outro aspecto importante: os sites recebidos da Oi Móvel devem aliviar bastante a demanda que a TIM tem hoje por novos sites, sobretudo para o 5G. Com isso, a expectativa é que nos próximos dois ou três anos a empresa esteja com a quantidade de sites suficientes para a sua cobertura, sem depender apenas no licenciamento de prefeituras.

A operadora terá ainda cobertura em 264 municípios onde não tinha rede própria, e com isso passa a cobrir um total de 5,37 mil cidades, tornando-se a operadora com maior cobertura em todas as tecnologias e mais perto da meta de ter cobertura em todos os municípios até 2023. "Vamos colocar ao mercado 3,6 mil sites, completos, com equipamentos, contratos de uso das torrres e contrato de backhaul", explica Capdeville. Segundo ele, o que não for vendido, como determina a Anatel, será descontinuado ("decomissionado", na expressão da empresa), e os equipamentos poderão ser reaproveitados ou descartados. 

Integração de bases

Já houve alguma integração de sistemas, porque o cliente da Oi Móvel que hoje ligar para a TIM já será identificado como tal e a TIM saberá se ele é um cliente pós-pago, pré-pago ou controle, mas por enquanto qualquer alteração ou pedido do cliente Oi Móvel será repassado para a Oi. A integração de sistemas começa para valer em julho, começando com os clientes controle e pré-pagos, para então evoluir para os planos pós-pagos. "Vamos aos poucos poder dar atendimento ao cliente que vem da Oi Móvel de maneira mais completa, à medida em que as integrações de sistemas acontecerem e tivermos os planos de migração totalmente desenvolvidos. Mas hoje já tratamos todos os clientes como um cliente TIM", diz Capdeville. 

 

4 COMENTÁRIOS

  1. O erro da tim é de dezativar as antenas da oi pois todo mundo reclama do sinal da Tim que é horrível agora tendo chance de melhorar o sinal ta jogando a chance fora confiando somente no espectro.

  2. O que eu acho rede móvel atualmente de hoje em dia são planos bom, peca na cobertura e infraestrutura com planos não adequado para geração de hoje os planos deveria ter acesso rede social mais de qualidade com Amarioria deveria pedir as operadoras para criar planos atraente em geral, como a oi e uma planos ótimo só que peca na tecnologia e segurança oi é uma operada faço de ser ranqueada ou invadida os dados, já claro tim e vivo assim sistema é invadido as operadoras bloqueado e investigado. Eu acho que oi deveria acabar e todos os clientes Sere migrados para demais operadoras. Assim tecnologia vança com mais segurança! Oi sempre foi vista como operadoras ruim o sinal e péssimo muito problema com seus planos fora que vc nunca consegue ter 100% cobertura 4G e envio arquivo para rede social sempre da erro pq 4G não está evoluído ela usa 2.4G hoje em dia é 2.4, 700 mgh 1 terá Bite. Em quanto a oi só pensa 2.4 G e um 5G evoluí 3.5 G em quantos as operadoras já cobre 100% do Brasil oi só cobre 850 das cidades com suas antenas com 4G é 5 G só 2% internet das outras operadoras cobre 100 % em 4G e 98% em 5G.

  3. Concordo com Rafael! Moro em itu a 10km do centro aqui a Tim não pega! Tenho oi por causa da antena que está bem perto, por isso não me falta sinal!

  4. Desde quinta-feira à noite, dia 12/05/2022, estamos sem serviço de voz e de internet nos celulares da Oi Móvel aqui em Campinas e região do DDD 19. Consegui obter uma informação no suporte técnico da Oi de que esse processo de "desativação das redes da Oi" no DDD 19 levaria até 48 horas para ser concluído e normalizado. Ficar sem celular, sem informação, é muito ruim. Está em franco desacordo com o que o pessoal da TIM apregoa.

Deixe um comentário para Jesse Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.