Presidente da Telecom Italia renuncia. Cresce a pressão para uma solução local

O presidente da Telecom Italia, Guido Rossi, renunciou na última sexta-feira, 6, depois de se indispor com o principal acionista da companhia, o grupo Pirelli, uma semana após a proposta da AT&T e América Móvil por uma participação na operadora. O executivo estava há sete meses no cargo e foi trazido para a empresa para reduzir dívidas em meio a competição cada vez mais acirrada do mercado italiano. A demissão não foi surpresa porque a holding Olimpia, controlada pela Pirelli, omitiu Rossi em uma lista para a renovação da diretoria que será votada no próximo dia 16 deste mês. Rossi propunha que os dividendos da Telecom Italia fossem reduzidos para que sobrasse mais dinheiro para investimentos, enquanto o presidente da Pirelli, Marco Tronchetti Provera, se opunha à estratégia.
Muitos políticos e investidores italianos criticaram o plano da Pirelli em vender sua participação na Olimpia para a América Móvil e AT&T e estão em conversações com bancos locais para montar uma contra-proposta. Enquanto isso não acontece, a direção da Pirelli não descartou a oferta de US$ 6 bilhões dos ?estrangeiros?.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.