BMW anuncia veículo 5G com funções de 'semi-automatização'

BMW iNEXT em Las Vegas. Foto: divulgação

A fabricante automotiva BMW anunciou nesta quinta-feira, 9, durante o evento de tecnologia Consumer Electronics Show (CES) em Las Vegas (Estados Unidos), a intenção de lançar um veículo com conexão 5G para funções de "semi-automatização". Batizado de iNEXT, o carro será lançado apenas em 2021 e utilizará elementos da nova rede como o fatiamento de rede para garantir a comunicação crítica para o veículo. 

Ao que tudo indica, a BMW pretende implantar o 5G no carro não somente para uso dos passageiros – para aplicações de entretenimento, por exemplo. A comunicação da empresa alemã fala que a tecnologia é um pré-requisito para a condução autônoma, e diz que o iNEXT teria essa capacidade. "O número crescente de recursos altamente complexos em um veículo, incluindo assistência à direção e funções de direção semi-automatizadas, alimenta o crescimento correspondente na quantidade de dados que precisam ser processados no próprio veículo em tempo real e compartilhados com o back-end", afirma a companhia no comunicado.

Para funcionar de forma confiável, o sistema precisará de pelo menos três elementos de rede: baixa latência, cobertura de rede de garantia e uma taxa de dados mínima alocada para aplicações específicas. Tudo isso somente é possível com ferramentas de fatiamento de rede (network slicing), que deverá ser aplicada com a chegada da quinta geração. 

De acordo com a BMW, os componentes telemáticos de composição modular (permitindo atualização de componentes) são desenvolvidos em parceria com a Harman Samsung, e também será compatível com o sistema de navegação por satélite global (GNSS) de alta precisão, essencial para incorporar funções de direção "semi-automatizadas" como as que estarão disponíveis no iNEXT. Com isso, o automóvel terá geolocalização mais confiável, cumprindo requisitos legais de acordo com a norma ISO 26262 para nível de integridade da segurança automotiva B.

Segundo a companhia, a tecnologia "abre caminho para níveis sem precedentes de conectividade e troca de dados em alta velocidade, fatores essenciais para a indústria como um todo. Seu principal benefício no setor automotivo será acelerar o desenvolvimento e a implantação de direção autônoma – ou até mesmo tornar isso possível em alguns casos". 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.