Alfredo Bertini deixa a Secretaria do Audiovisual

Alfredo Bertini deixou o cargo de secretário do Audiovisual (Sav) nesta quinta, 8, e deve ter sua demissão publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias. O produtor, responsável pelo Festival Cine PE, foi nomeado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero em junho.

O Estado de S.Paulo, em seu portal, apontou que a atual secretária-executiva do Ministério da Cultura, Mariana Ribas, que já foi presidente da Riofilme, está cotada para a posição. Mariana deve deixar o cargo atual com a nomeação de do cineasta João Batista de Andrade.

Em sua gestão, Bertini esteve envolvido em duas situações polêmicas. Em julho, nomeou Oswaldo Massaini Filho para a direção da Cinemateca, tirando do cargo Olga Futemma, funcionária de carreira do órgão que estava no cargo desde maio de 2015, e, após a pressão do setor audiovisual, voltou atrás. Em setembro, foi acusado de retaliar o longa "Aquarius", com a escolha dos nomes da comissão especial para seleção do filme brasileiro indicado ao Oscar. O diretor do longa, Kleber Mendonça Filho, havia feito uma manifestação durante o Festival de Cannes, acusando um golpe no Brasil. A comissão escolheu "Pequeno segredo", de David Schurmann.

Notícias relacionadas

Ainda durante e sua gestão, com Calero à frente do Ministério da Cultura, o governo anunciou que renovará os incentivos fiscais da Lei do Audiovisual até 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.