Cresce a receita de publicidade do UOL, mas cai o lucro líquido

O portal UOL divulgou nesta quarta-feira, 8, que a receita de publicidade somou R$ 35,9 milhões no terceiro trimestre deste ano, findo em 30 de setembro, e R$ 103,9 milhões nos primeiros nove meses, representando um crescimento de 29% e 47% respectivamente, comparado aos mesmos períodos de 2005. A receita de publicidade caixa (que exclui receita com publicidade de marca, links patrocinados e novos produtos, além de permuta e publicidade relacionada a tráfego) somou R$ 18,5 milhões no terceiro trimestre e R$ 47,4 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um crescimento de 49% e 53%, respectivamente.
Em contrapartida, a empresa registrou uma queda de 88% no lucro líquido no terceiro trimestre comparado ao mesmo período do ano passado, saindo de R$ 200,3 milhões para R$ 23,4 milhões, impactado por créditos tributários. Essa redução deveu-se principalmente à constituição, em setembro de 2005, do crédito de Imposto de Renda e contribuição social, enquanto que, a partir do primeiro trimestre de 2006, a companhia passou a reconhecer despesas de Imposto de Renda e contribuição social.

Notícias relacionadas
O lucro líquido por ação foi de R$ 0,19 neste trimestre comparado R$ 1,96 no mesmo período de 2005.
O diretor geral do UOL, Marcelo Epperlein, destacou, durante a conferência com analistas, o crescimento de 7% no número de assinantes pagantes, passando de 1,4 milhão no terceiro trimestre de 2005 para 1,5 milhão neste trimestre. Os assinantes de banda larga totalizaram 753 mil, com um crescimento de 35% sobre setembro do ano passado. A receita com assinaturas também cresceu 5%, saindo de R$ 115,9 milhões para R$ 122,9 milhões.
A margem Ebitda no trimestre alcançou 29%, apresentando um aumento de 4% sobre 2005. Esse valor incluiu R$ 8,2 milhões, referentes à reversão de provisões e Ebitda do terceiro trimestre e ainda R$ 5 milhões resultantes de reversão de provisões com fornecedores da Argentina. Excluindo os impactos dos resultados em ambos os períodos, o Ebitda apresenta crescimento de 40% no terceiro trimestre, comparado ao mesmo período de 2005.
O UOL obteve redução de 15% nas despesas com vendas, associado principalmente à queda nos custos de acesso. Para obter essa economia, a partir do início do ano a empresa renegociou contratos com as operadoras fixas, disse Epperlein.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.