Licitações para 3G não acontecerão em menos de três anos

A Anatel não tem ainda nenhum cronograma definido para licitar faixas para a terceira geração (3G) de telefonia móvel. Mas, na opinião de Santos José Gouvêa, isso não acontecerá em menos de três ou quatro anos. Ele diz que a corrida por licenças deste tipo no Japão e na Europa, na faixa estabelecida pelo UMTS 2000, não significa necessariamente que eles estejam desenvolvidos o suficiente para balizar decisões sobre padrões tecnológicos e bandas a serem utilizadas. E afirmou que as tecnologias de migração para a 3G ainda são uma grande incógnita que pode levar a um equívoco semelhante ao da adoção da RDSI, na telefonia fixa, que acabou não dando os resultados esperados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.