Congresso dos EUA recomenda que empresas evitem comprar da Huawei e da ZTE

A atividade nos EUA das fabricantes de equipamentos de telecom chinesas Huawei e ZTE ficou ainda mais difícil do que já era. Nesta segunda-feira, 8, o comitê permanente de inteligência do Congresso norte-americano concluiu o relatório resultante de mais de um ano de investigações sobre as duas fornecedoras chinesas. Em resumo, o comitê recomenda que as empresas norte-americanas não comprem equipamentos da Huawei e da ZTE, em razão de um suposto risco de espionagem industrial e sabotagem. "Precisamos ter certeza de que as companhias chinesas de telecom que trabalham nos EUA podem ser confiáveis ao acessar nossa infraestrutura crítica. Qualquer bug ou backdoor em nossos sistemas críticos poderia gerar um efeito dominó catastrófico e devastador em nossas redes", disse o presidente do comitê, o deputado republicano Mike Rogers. "Temos sérias preocupações em relação à Huawei e à ZTE e suas conexões com o partido comunista da China. A China é conhecida por ser a maior autora de espionagem cibernética", acrescentou.

Notícias relacionadas
O relatório publicado pelo comitê apresenta cinco recomendações: 1) Órgãos do governo norte-americano, especialmente aqueles de áreas mais estratégicas, devem excluir o uso de quaisquer equipamentos da Huawei e da ZTE; e o governo deve bloquear aquisições ou fusões envolvendo Huawei e ZTE; 2) Provedores de rede e desenvolvedores norte-americanos devem ser encorajados a procurar outros fornecedores para seus projetos; 3) Práticas anticompetitivas das empresas chinesas da área de telecom devem ser investigadas pelo governo dos EUA; 4) empresas chinesas deveriam se tornar mais abertas e transparentes, e a Huawei, em especial, deveria ficar mais atenta às obrigações legais nos EUA; 5) o Congresso dos EUA deveria elaborar uma legislação específica para tratar do risco de fornecimento de equipamentos de telecom por empresas estrangeiras com forte elo com seus governos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.