T&A Mobile Phones reestrutura sua atuação no Brasil

A T&A Mobile Phones, empresa do grupo chinês TCL, que administra a marca Alcatel em telefones celulares, está reestruturando sua atuação no mercado brasileiro de handsets. De acordo com diversas fontes do setor, a companhia teria suspendido temporariamente suas vendas de celulares no País, com a promessa de voltar à atividade no primeiro trimestre de 2009. "Eles tiveram dificuldades em negociar com as operadoras. E estavam demorando muito para lançar novos modelos", afirma uma fonte. Este noticiário tentou entrar em contato com a T&A, mas não obteve sucesso.

Histórico

A venda de celulares com a marca Alcatel no Brasil começou no segundo semestre de 2007. No fim do ano passado, a empresa demonstrava otimismo: a demanda pelos primeiros dois modelos lançados, ambos low end, havia sido boa e a previsão era encerrar o ano com 500 mil unidades comercializadas. Para 2008, a meta era vender 1,2 milhão de celulares. Havia planos de lançar ainda este ano modelos mais caros, no segmento mid tier, e de trazer em 2009 um modelo high end para o País.

Notícias relacionadas
Porém, no começo deste ano apareceu o primeiro sinal de que a operação não ia tão bem assim: em abril, este noticiário informou que a empresa estava reavaliando seu contrato de fabricação de celulares com a Flextronics, por conta de problemas na logística e na customização dos aparelhos.
A T&A não é a primeira fabricante de celulares a ter dificuldade em se firmar no mercado brasileiro. Nos últimos anos, outras marcas, como Pantech, Gradiente e BenQ, enfrentaram o mesmo problema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.