Simba e Claro Brasil chegam a acordo sobre o carregamento dos canais Record, SBT e Rede TV

A Simba Content e a Claro Brasil, controladora das operadoras de TV paga Net e Claro TV, finalmente chegaram a um entendimento para o carregamento dos sinais das redes de TV aberta Record, SBT e Rede TV. A exemplo do que havia acontecido com Vivo TV e Sky, o acordo foi fechado depois que as partes encontraram um entendimento sobre valores.

A disputa vinha desde abril, quando o desligamento dos sinais analógicos em São Paulo determinou, por parte da Simba, a interrupção das transmissões dos sinais nas redes de TV paga que não tinham o contrato de retransmissão para o sinal digital. Na época a Simba pedia R$ 15 por assinantes por mês pelo conjunto dos três canais, o que as operadoras de TV por assinatura prontamente recusaram.

Agora, com valores pelo menos 15 vezes menores mas com o diálogo aberto, o acordo foi possível. No momento apenas a Oi não tem o acordo entre as operadoras com mais de 5% de market share. As demais operadoras pequenas podem ter o sinal das redes representadas pela Simba gratuitamente, por determinação do Cade.

5 COMENTÁRIOS

  1. Canais fora das operadoras Net e Claro TV desde abril. São 4 meses fora de 10 milhões de lares. Que relevância tem agora esses canais?

    Aquela neura da área comercial dessas emissoras de ficar alguns segundos fora do ar por problema técnico deve ser reduzida.

  2. Eu acho que a Oi está perdendo ponto perante os usuários. Embora algumas pessoas achem irrelevante esses canais. Nós consumidores pagamos para ter um serviço completo e com qualidade. E não ter que procurar meios alternativos para se conseguir assistir a um canal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.