Viasat e Visiontec abrem credenciamento de parceiros

Em live promovida na noite desta quarta-feira, 8, a operadora Viasat detalhou como será o esquema de parcerias para a operação de Internet residencial via satélite da empresa. Junto com a distribuidora Visiontec, as companhias oferecerão um programa de capacitação com foco em pessoas jurídicas que possam formar uma equipe de vendas, instalações, manutenções e suporte ao atendimento

A Viasat disponibiliza no próprio site uma página dedicada para o cadastro de interessados em ser parceiros. Acesse clicando aqui.

A ideia é que os parceiros possam atuar como representantes locais das duas empresas. "No nosso modelo de negócio, queremos você vendendo e instalando", declara Ângelo Biaso, da Visiontec. "De repente você toma conta daquela cidade ou na microrregião", diz. 

Para se credenciar, é necessário ser pessoa jurídica, podendo inclusive ser no regime de MEI (Simples Nacional). "Só vamos exigir algumas coisas fiscais. Mas se você for muito, se for proativo, o [limite de faturamento do] MEI estoura em um mês", declara o representante da Visiontec.

A remuneração é sobre o serviço e a venda, que a Visiontec afirma ser "acima da média do mercado". Os detalhes de regras e valores, contudo, só serão revelados após o credenciamento e posterior contato das empresas ao interessado. "A gente faz questão de pagar bem nosso parceiro para ele fazer um bom trabalho", declara Jonas Barros, também representante da distribuidora. 

Capacitação

Toda a infraestrutura necessária para a demanda de capacitação já está sendo implantada no lançamento nos oito estados iniciais – a operadora fala em já ter todas as unidades federativas em dois ou três meses, e no mais tardar, até o final de 2020. "A partir do credenciamento, tem processo online no site da Viasat. Depois, tem treinamento específico com a Visiontec, e o instalador tem treinamento presencial", afirma Ângelo Biaso. "Todas as ferramentas, como logins e senhas, já estão sendo administradas pela Visiontec em suporte a Viasat."

SGDC

A banda larga residencial da Viasat utilizada a capacidade comercial em banda Ka do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC), da Telebras. Os planos iniciais, de 10 Mbps e 20 Mbps de velocidade, são colocados como um serviço premium, com mensalidades de pelo menos R$ 349. O diretor comercial da Viasat, Bruno Henriques, explica que a empresa "está mais focada nesse público alvo". Isso porque há ainda questões a serem resolvidas no País, como o aspecto tributário e mesmo a capacidade disponível e a escala. 

Henriques explica, contudo, que o serviço de Wi-Fi Comunitário "será lançado em breve". O serviço poderá trazer acesso com consumo pré-pago e em localidades de baixa renda.

2 COMENTÁRIOS

  1. Fui parceira da empresa yahsat em manaus.
    A minha empresa era campeã em vendas.
    Fiquei tentada em fazer parceria com essa grande empresa.
    Mas os preço não são bons.
    Aqui em Manaus tem muitas concorrentes com os preços
    Bem menores.

  2. Legal,mais porque preços tão altos com a realidade brasileira,ainda sendo uma concessão do governo,com satélite brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.