EUA têm maior velocidade média com 5G comercial: 1,85 Gbps

Foto: Pixabay

Entre oito países que já contam com redes 5G móveis em operação comercial, os EUA despontam como donos dos picos de velocidade de download registrados até o momento. A conclusão é de relatório da Opensignal publicado nesta segunda-feira, 8, e que teve Suíça e Coreia do Sul como outros destaques. Já o 5G de mercados como Espanha e Austrália ainda possui desempenho próximo ao do 4G dos países.

Realizada entre abril e junho deste ano, a aferição da Opensignal constatou velocidade de download de 1,815 Gbps no 5G dos EUA, onde as quatro maiores operadoras já têm redes comerciais da tecnologia em determinadas cidades. O resultado foi 2,7 vezes melhor que o apontado pelas redes 4G no mesmo intervalo (678 Mbps).

Na Suíça, a diferença foi de 2,6 vezes, com o 5G atingindo 1,145 Gbps e o 4G, 443 Mbps. Já a Coreia do Sul teve performance similar (1,071 Gbps), mas com diferença menor em relação ao 4G (que atingiu 619 Mbps). O país europeu tem duas operadoras atuando comercialmente com 5G móvel; o asiático, três.

"Não surpreende que a velocidade máxima atual do 5G seja muito maior nos EUA, pois lá os operadores já podem usar o espectro mmWave [ondas milimétricas]", afirmou a Opensignal. "Esse espectro tem capacidade extremamente alta e é extremamente rápido, mas tem cobertura muito limitada em comparação com a 'banda média' de 5 a 3,5 GHz, tipicamente usado na maioria dos outros países analisados onde o espectro de mmWave ainda não está disponível".

A empresa também contextualizou os primeiros resultados do 5G em alguns mercados. Na Espanha, onde a velocidade do serviço praticamente empatou com o 4G em 600 Mbps, os 40 MHz de espectro liberados para o primeiro operador da tecnologia (a Vodafone) ainda estariam bem abaixo do ideal (100 MHz). Já a Austrália teve o quarto 5G mais rápido entre os oito países analisados, com 792 Mbps; o 4G, por sua vez, bateu 950 Mbps, ficando "perto do melhor desempenho teórico" da tecnologia e superando até mesmo a rede de quinta geração (já operada no país pela Telstra)

"A Opensignal espera que as velocidades máximas de 5G continuem a aumentar à medida que a quinta geração expanda o seu alcance. Este é apenas o começo da era 5G e o mercado está se movendo rapidamente", completou o relatório. No Brasil, o leilão de frequências para a quinta geração deve ser realizado no primeiro trimestre de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.