Demanda por TVs conectadas deve gerar US$ 80 bilhões até 2017

O mercado global de TVs conectadas está previsto para chegar a US$ 81,2 bilhões até o ano 2017, de acordo com uma pesquisa da Companiesandmarkets. A análise aponta que há diversos fatores que levam a este aumento, principalmente a demanda cada vez maior por aplicativos para a TV, maior clareza e resolução e um espectro de canais com opções de entretenimento virtualmente ilimitados.
A "Internetização", de um número cada vez maior de dispositivos eletrônicos de consumo (incluindo DVD players, TVs, iPods, gadgets portáteis, tablets e consoles de jogos) deve levar à redução da dependência de computadores para levar o conteúdo da Internet à TV. O relatório acrescenta que os avanços na tecnologia multimídia, em um futuro próximo, resultarão em uma maior convergência de diversas plataformas tecnológicas, redes, conteúdo e dispositivos para manter a concorrência e atender às necessidades do consumidor dinâmico.
Em nível global, a análise aponta a Ásia-Pacífico como "carro-chefe", com crescimento anual da penetração dos equipamentos de 59% até 2017. Em termos de receitas, os EUA e a Europa devem ter maior destaque no mercado de TVs conectadas.

Notícias relacionadas
No futuro, aponta o estudo, a fusão de hardware, software e conteúdo multimídia será a estratégia de diferenciação para os fabricantes de televisores. A Companiesandmarkets prevê que os consumidores, à medida que se desfaçam de seus aparelhos de TV tradicionais, acabarão endossando a ideia de ver o conteúdo em vídeo online, fazendo com que as TVs conectadas façam parte do mercado de massa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.