HBO quer conversar com teles sobre conteúdo para celular

A programadora HBO comecará em breve a procurar parceiros no Brasil para disponibilizar seu conteúdo no celular. O vice-presidente da HBO International, Stanley Fertig, informou a este noticiário que estava esperando apenas a definição do 3G no país para começar a procurar por parceiros para desenvolver este tipo de serviço. "Quero conversar com operadores e agregadores brasileiros", afirmou o executivo, que no momento dedica de 80% a 90% de seu tempo ao desenvolvimento de negócios móveis.

Idioma

Ele lembra que o maior desafio para disponibilizar o conteúdo da HBO no celular no Brasil é a barreira do idioma. "Não podemos simplesmente colocar a mesma legenda que se tem na televisão, pois seria ilegível na tela pequena do celular", explica.

Notícias relacionadas
O executivo diz que a programadora costuma oferecer o conteúdo de formato longo para o celular, como foi exibido na televisão, mas com a possibilidade de o usuário assistir ao episódio inteiro ou em partes. O que ele não acredita é que o caminho seja fazer pequenas pílulas de conteúdo. "Sairia muito caro fazer uma produção similar à da televisão para o celular. Não há compradores em número suficiente para justificar o custo", explica. "Por outro lado, fazer algo mais barato com qualidade inferior não agradaria o nosso público", conclui.

Caso canadense

A HBO lançou em abril, no Canadá, o serviço de conteúdo mobile em parceria com a Bell Canada. O modelo é baseado em assinatura e revenue share com a operadora.
Fertig falou sobre o negócio durante painel do nextMedia, evento sobre novas mídias que acontece entre os dias 6 e 8 de junho, em Banff, no Canadá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.