Infra-estrutura de telecomunicação pronta para o pontapé inicial

O pontapé inicial mais esperado dos últimos quatro anos será dado nesta sexta, 9, em Munique, com a partida entre Alemanha e Costa Rica. Os torcedores de uma maneira geral não têm idéia do complexo tecnológico e de telecomunicação por trás do show de bola. O centro de comando de TI (ITCC, na sigla em inglês), em Munique, carrega números impressionantes, a começar pelos 15 terabytes de voz e dados, equivalentes a 100 milhões de livros, que serão transmitidos durante o mês da Copa do Mundo. Redes IP, cabeadas e wireless, levarão voz e dados aos torcedores, a partir de um complexo logístico envolvendo 12 cidades e seus respectivos estádios. A Fifa comanda o show exibido pelos jogadores, que mais de 90 países que compraram os direitos de exibição poderão ver devido à infra-estrutura montada por Avaya e Deutsche Telekom, patrocinadores oficiais ? ao todo são 16.
Por meio do ITCC será possível transmitir os jogos para cerca de 3 bilhões de pessoas via televisão, rádio, internet e mídia impressa. Embora pentacampeões, os brasileiros, em sua maioria, só verão o espetáculo em televisão analógica, mesmo com a transmissão da cobertura por HDTV já disponível. Massificação do sinal de televisão digital no Brasil, só na Copa de 2010, a ser realizada na África do Sul. Telinhas, telões, PCs, enfim, de qualquer mídia será possível assistir aos jogos realizados na Alemanha. Até o satélite entrará em campo para garantir que o sinal chegue a todos os torcedores.
Para isto, foi montada uma infra-estrutura gigantesca. Para se ter uma idéia da dimensão, só as madeiras usadas na montagem do sistema de refrigeração no ITCC serão suficientes para construção de 60 casas populares, disse o responsável pela solução de TI da Copa Mundial pela Avaya, Doug Gardner. Daqui a um mês serão doadas para esta finalidade, disse.

Notícias relacionadas
Com acesso controlado inclusive por raio-X, o ITCC possibilitará que a imensa rede convergente de comunicações seja usada por seleções, árbitros, jornalistas e funcionários da Fifa e do comitê de organização. Na grade estão tarefas desde o credenciamento, recebimento e envio de informações sobre os jogos até providências sobre transporte para o torneio. O chairman e CEO da Avaya, Don Peterson, explicou que os fotógrafos poderão transmitir fotos digitais via rede sem fio até mesmo dos campos de futebol, uma evolução em relação à Copa de 2002.
A Avaya não revela quanto está investindo na infra-estrutura, mas não há dúvida sobre os dividendos que receberá em relação à divulgação mundial de sua marca, não apenas durante as 64 partidas, de 9 de junho a 9 de julho, mas também na reconfortante reverberação a se seguir após o evento.
O ambiente calmo da cidade, até esta quinta, 8, não denunciava a importância e popularidade do evento prestes a estrear. Quem quer saber de protocolo SIP para transmissão IP nos celulares, ou que há 38 switches e 4,5 mil telefones IP envolvidos para transmissão dos jogos? O povo quer ver as partidas, e sem a ameaça de hackers, problema da segurança. Torcidas uniformizadas, grupos cantando e sambando pelas ruas? Por enquanto, só em alguns pontos. A agitação só ferveu, até agora, no ITCC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!