Movistar é multada em US$ 41,6 milhões por apagão na Argentina

Uma interrupção do serviço telefônico da Movistar na Argentina vai custar caro à operadora, que pretence à espanhola Telefónica. O governo daquele país decidiu multar a empresa em 185 milhões de pesos (US$ 41,6 milhões) por um apagão que durou 4 horas no último dia 2 de abril e deixou 18 milhões de usuários sem comunicação.

Notícias relacionadas
O governo argentino ficou tão insatisfeito com o apagão que decidiu convocar uma coletiva de imprensa para anunciar a multa e convocar as teles a fazerem novos investimentos para ampliar e melhorar as redes. "Estamos fazendo uma advertência, não uma ameaça, às empresas telefônicas para que façam os investimentos que não estão fazendo. Nos próximos dias vamos intimar todas as empresas de telefonia para que façam os investimentos e elevem a superfície da área de cobertura", afirmou o ministro de Planejamento, Julio De Vido. Segundo ele, as empresas de serviços de telefonia celular "reduziram a qualidade do serviço e isso tem de ser resolvido".

A Movistar já havia anunciado uma bonificação aos clientes equivalente a um dia de chamadas e mensagens de texto grátis para compensar a falha. Também estendeu em 48 horas a validade dos créditos que tinham prazo de vencimento no dia do apagão. No Brasil, a Telefônica teve um problema parecido que afetou seu serviço de banda larga, o Speedy, em 2009. Na ocasião, a Anatel suspendeu as vendas do serviço e exigiu que a empresa apresentasse um plano de investimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.