Huawei termina 2012 com lucro operacional de US$ 3,204 bilhões

Ao que tudo indica, 2012 foi um ano bom para a Huawei, ainda que não chegue ao patamar das operações em 2010. Agora, a fornecedora quer voltar suas atenções para sua nova estratégia de mercado, focando em grandes demandas de rede e smartphones. Segundo o balanço financeiro da gigante chinesa divulgado nesta segunda, 8, o lucro operacional ficou em 19,957 bilhões de yuans (correspondentes a US$ 3,204 bilhões), crescimento de 7,4% e margem de 9,1%, a mesma do ano anterior, mas bem inferior aos 16,8% de margem registrados em 2010. A média de crescimento composto anual (CAGR) ficou em 4%.

O lucro líquido ficou em 15,380 bilhões de yuans, ou US$ 2,469 bilhões, um crescimento de 32,05% em relação a 2011, embora ainda seja bastante inferior ao recorde de 24,716 bilhões de yuans (US$ 3,968 bilhões) em 2010.

Receitas

A receita da Huawei no ano passado foi de 220,198 bilhões de yuans (equivalentes a US$ 35,353 bilhões), alta de 7,98% em relação a 2011. Segundo números da empresa, a CAGR é de 16%. As receitas no mercado doméstico chinês foram as com maior crescimento: 12,2%, totalizando 73,579 bilhões de yuans no ano (US$ 11,813 bilhões), mas o maior mercado continua sendo a região da Europa, Oriente Médio e África, com 77,414 bilhões de yuans (US$ 12,428 bilhões e aumento de 6,1% em relação a 2011). Em terceiro e quarto lugares vêm a Ásia-Pacífico e as Américas, respectivamente com 37,359 bilhões de yuans (US$ 5,998 bilhões) e 31,846 bilhões de yuans (US$ 5,112 bilhões).

As receitas com operadoras ainda são as maiores, totalizando 160,093 bilhões de yuans (US$ 25,703 bilhões) em 2012, crescimento de 6,7%. A companhia chinesa destacou o lançamento do primeiro roteador de backbone de 480 Gbps da indústria, além de soluções de backhaul mobile. O setor corporativo foi o que contou com maior alta: 25,8%, mas ainda é a menor área, totalizando 11,530 bilhões de yuans (US$ 1,851 bilhão), com destaque para a implementação de produtos de core no Banco do Nordeste, no Brasil. Os negócios para consumidor final totalizaram 48,376 bilhões de yuans (US$ 7,766 bilhões), crescendo 8,4%.

As vendas para redes wireless totalizaram 49,837 bilhões de yuans, ou US$ 8,001 bilhões. Os negócios com conexões fixas não ficaram muito para trás, somando 48,452 bilhões de yuans, ou US$ 7,779 bilhões) no ano graças aos mais de 50 contratos de redes WDM de 100 Gbps, que totalizaram 100 mil km de cabos óticos no mundo.

Crescimento de caixa

O fluxo de caixa das atividades operacionais da empresa ficou em 24,969 bilhões de yuans, ou US$ 4,009 bilhões, crescimento de 40,07% na comparação com o ano anterior. A CAGR, ainda de acordo com a Huawei, é de 53%. Ao todo, a companhia ainda investiu 30,09 bilhões de yuans, ou US$ 4,831 bilhões, em pesquisa e desenvolvimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.