Telefônica defende subsídio para interconexão

"Vejo com simpatia algum tipo de subsídio para a interconexão", afirma o vice-presidente de estratégia corporativa e regulatória da Telefônica, Eduardo Navarro. Sem explicitar como seria esse subsídio, Navarro afirma: "não é um modelo simplista, somente de redução de valor, que vai resolver o problema da interconexão". A Telefônica sugere um modelo alternativo ao que existe atualmente e que não inviabilize as operadoras celulares (entre as quais a Telefônica Celular). O executivo cita especificamente o modelo norte-americano, em que os clientes pagam cerca de US$ 5 mensais às operadoras locais para se conectar à longa distância, com redução gradual da tarifa de interconexão, que deve passar dos atuais US$ 0,02 para US$ 0,01 até 2005. O objetivo da Telefônica é apresentar propostas para as novas diretrizes de interconexão que vigorarão a partir da renovação dos contratos de concessão em 2005, antecipando-se ao debate e consulta pública que devem ocorrer até o final deste ano. A questão foi defendida por Navarro no 4º Seminário Telecom.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.