MCom lista 8 mil escolas públicas para piloto de conectividade com RNP

Flickr/Prefeitura de Itapevi

No processo de desenvolvimento de um projeto piloto para conectar escolas da rede pública sem acesso à Internet ou conexão satisfatória para atividades educacionais, o Ministério das Comunicações (MCom) identificou 8 mil unidades de ensino que poderão receber o recurso.

O projeto está em execução ao lado da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Responsável pela execução técnica da iniciativa, a instituição está selecionando e contratando operadoras de telecom interessadas na instalação, ativação, operação e manutenção das conexões, por um período inicial de 12 meses.

Entre as características demandadas estão acesso preferencialmente em fibra óptica (FTTH), com relação de banda download/upload de 100/50% e atendimento e monitoração 24/7 ofertada pelo fornecedor. Empresas interessadas podem acessar aqui o Termo de Referência publicado pela RNP e realizar cadastro até o próximo dia 18.

Notícias relacionadas

As 8 mil instituições de ensino fundamental e médio inicialmente identificadas pelo MCom estão distribuídas entre 1.760 municípios. Do total, 5 mil estão localizadas em áreas rurais, enquanto outras 3 mil ficam em zonas urbanas.

O preço médio esperado por escola é de R$ 300 por mês; a RNP selecionará a melhor proposta para a prestação, que poderá se basear em lotes ou escolas de forma individual. O piloto deve se amparar em recursos disponibilizados pelo MCom à RNP, a título da execução de projetos de conectividade.

Deixe seu comentário