Publicidade móvel busca novas métricas para além do CTR

A taxa de cliques por total de impressões (CTR) não é suficiente para medir o sucesso de uma campanha móvel. Essa é uma das principais constatações de especialistas em mobile advertising presentes em painel sobre o tema na CES 2013 nesta terça-feira, 8, em Las Vegas. "Precisamos medir além do CTR para viabilizar maiores investimentos em publicidade móvel", disse Harry Kargman, da Kargo. "Ficamos olhando apenas os cliques e esquecemos de contar quantas pessoas efetivamente entram nas lojas após o impacto de uma campanha móvel", complementou David Berkowitz, da 360i. "Além disso, muitos cliques são feitos sem querer", lembrou Alastair Green, da agência Team One. Para os painelistas, quando for possível medir melhor o retorno de uma campanha móvel e compará-la com outras plataformas será mais fácil convencer os anunciantes a investir mais nessa mídia.

Notícias relacionadas

A executiva Grace Dolan, do Google, relatou uma experiência que exemplifica o problema. Em um sábado, ela e o marido decidiram montar um jardim orgânico em seu quintal. Ela fez toda a pesquisa sobre o tema em seu celular, começando por assistir vídeos educativos no YouTube sobre como montar seu próprio jardim, até a busca por uma loja próxima onde pudesse comprar todo o material necessário. Gastou US$ 500 em compras, mas a loja não faz a menor ideia que aquela cliente foi até lá graças ao seu smartphone.

Grace compartilhou com a plateia outro dado interessante: em 2013 provavelmente a quantidade de buscas no Google pelo celular deverá superar o número de buscas pelo desktop no mundo. Isso já aconteceu em 2012 em algumas categorias, como busca por restaurantes, e em alguns países, como Indonésia e Índia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.