Serviços representarão 50% da receita da Nokia Networks em três anos

A Nokia Networks, unidade da Nokia dedicada à infra-estrutura de rede, aposta forte no crescimento do segmento de serviços. Hoje, essa área representa 34% da receita da Nokia Networks no mundo. Há dois anos, era apenas 20%. A expectativa é de que esse percentual suba para 50% dentro de três anos no Brasil e no mundo, afirmou o diretor de serviços da Nokia Networks no País, Dirceu Torres. A receita da Nokia Networks nesse segmento na América Latina cresceu 70% em 2005. E nos últimos 12 meses a companhia dobrou seu número de funcionários dedicados a essa área no Brasil.
Na opinião de Torres, o segmento de serviços de rede cresce conforme os mercados vão se tornando mais maduros. ?As operadoras estão começando a mudar de idéia a respeito da terceirização do gerenciamento de rede?, comenta Torres. Para o executivo, as operadoras estão gradativamente deixando a parte técnica e operacional nas mãos de terceiros para poderem se dedicar mais aos serviços e ao relacionamento com os clientes. Entre os serviços oferecidos pela Nokia, estão: design, implantação, manutenção e gerenciamento de rede; consultoria; hosting; e gerenciamento de serviços.

3G

Notícias relacionadas

O advento do 3G no Brasil, cujo leilão está previsto para o ano que vem, trará boas oportunidades de negócios para prestadores de serviços de rede. É esperado que o design e a instalação das redes fiquem a cargo dos fornecedores de equipamento que vencerem as concorrências das operadoras. Porém, com o lançamento das novas redes, é provável que as operadoras aloquem seus engenheiros para cuidarem da nova tecnologia e terceirizem ao menos parte do gerenciamento das redes antigas.

MQA

Uma novidade da Nokia Networks para 2007 é o MQA (Mobile Quality Analyzer). Trata-se de um aplicativo que, se instalado nos celulares de seus clientes, permite à operadora acompanhar a qualidade do sinal e a qualidade de utilização de seus serviços de voz e dados. A idéia é oferecer celulares com o aplicativo instalado a funcionários da própria operadora ou a clientes que aceitarem contribuir com a pesquisa. Os dados sobre a qualidade da rede durante a utilização do handset são transmitidos para um software que gera relatórios para a operadora e facilita a identificação de eventuais problemas na rede. ?É muito mais barato do que realizar os conhecidos drive tests para avaliação da qualidade do sinal?, garante Daniel Marques, gerente de soluções da Nokia Networks. O serviço foi testado com sucesso pela operadora finlandesa Elisa este ano. A Nokia já começou a procurar as operadoras brasileiras para apresentar o MQA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.