Publicidade
Início Newsletter Fábio Faria diz que restante da banda C poderá ser destinado ao...

Fábio Faria diz que restante da banda C poderá ser destinado ao 5G

Ministro Fábio Faria em entrevista à Abert. Foto: Reprodução/YouTube

Em depoimento no canal do YouTube da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) nesta quinta-feira, 7, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou que há a possibilidade de, no futuro, toda a banda C ser destinada ao 5G ou alguma outra tecnologia do serviço móvel pessoal. O contexto é justamente o que afeta a radiodifusão: a migração dos canais em banda C para a banda Ku com o leilão do 5G. 

“Nós vamos fazer a migração, limpar a faixa, trocar da banda C para a banda Ku. Futuramente, a Anatel pode até vender essa faixa e isso vai ajudar e muito o setor de radiodifusão, porque, com o 5G chegando, não iria ter funcionamento [junto com a radiodifusão]”, declarou o ministro à Abert, referindo-se a interferências na TVRO. 

Na época dos estudos técnicos de interferência para a faixa de 3,5 GHz no 5G, uma solução de mitigação para a convivência sem interferências com a TV parabólica chegou a ser considerada pela Anatel e pelo Ministério das Comunicações. Contudo, ao considerar que os filtros apresentados não eram suficientes, sejam tecnicamente ou em escala, a agência decidiu pela opção de migrar os canais na banda C. 

Notícias relacionadas

Outro argumento levantado foi justamente o da possibilidade de que o restante do espectro pudesse ser destinado ao 5G futuramente. Havia a preocupação de que uma mitigação causasse insegurança por justamente necessitar de novo processo de migração no futuro caso a Anatel decidisse liberar o restante do espectro para o SMP. Ficou decidido então a migração para a banda Ku, uma operação que deverá sair por pelo menos R$ 2,2 bilhões.

Há ainda a operação da banda C para serviços profissionais, algo que continuará existindo depois da migração da TVRO.

Saída digital

Fábio Faria também mencionou como uma medida para endereçar os usuários da TV parabólica o programa Digitaliza Brasil, novo nome para o programa da digitalização da TV aberta. De acordo com o líder do MCom, ainda há 1.680 cidades com TV analógica, e que serão endereçadas com essa iniciativa, que tem investimento de R$ 850 milhões. A meta é que, até dezembro de 2022, todos os municípios brasileiros tenham TV digital. 

2 COMENTÁRIOS

  1. Home aplicação C-band TVRO, quantos no total, mais de 10 milhões de usuários! Produtos home TVRO, o leilão da frequência 5G é apenas 3300 ~ 3700MHz, TVRO da banda C pode ser 3800 ~ 4200MHZ, ou 3900 ~ 4200MHZ, este é completamente pode ser resolvido pelo LNBF próprio, e o produto é barato, realiza a coexistência de 5G e TVRO, Intervalos de frequência razoáveis e bandas de proteção são possíveis. Não há necessidade de migrar toda a TVRO da banda C, que no brasil significa toda a TVRO de 3600 a 4200MHZ, o que seria injusto para as empresas de satélite e transmissão de tv, e ao mesmo tempo para os participantes do leilão 5G, já que a limpeza de toda a frequência custaria muito mais, Isso fará com que a taxa de leilão de 3, 5g precise ser mais alta. Além disso, o custo da taxa para os clientes do aplicativo será maior no futuro. Para o impacto do COVID-19 no status quo, a troca de reais, o poder de compra das pessoas, são destrutivos. O rápido desenvolvimento de 5G para revitalizar a economia está certo, leilão expresso, mas a migração abrangente de toda a banda C certamente não é uma boa direção e escolha. Além disso, a migração abrangente de toda a banda C, por exemplo, 4000 ~ 4200MHZ para 5G, e não há aplicações de freqüência em todo o mundo, o que levará? As pessoas do exterior que vêm para o brasil em negócios ou turismo precisam investir em equipamentos dedicados exclusivamente ao brasil. Só que o brasil planejou, adotou equipamentos ou planejamentos que seriam mais caros, pois só o brasil é independente do resto do mundo. O rápido desenvolvimento do 5G deve estar certo, sim, mas a migração completa, para pagar pelo desconhecido, é correta? Vale a pena demonstrar e analisar cientificamente.

  2. Sempre acompanhando os desenvolvimentos no brasil, onde temos muitos amigos. Ao mesmo tempo, temos sido dedicados à pesquisa de TVRO satélite e DTH, produção de produtos e desenvolvimento. Ou a preocupação com o futuro do brasil, mais do que o desejo de vender um produto ou a simples ideia de comercializar. Considera que uma avaliação objectiva e científica é mais importante para o desenvolvimento

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile