TV móvel não é sinônimo de vídeos curtos, diz Sling Media

Alguns mitos sobre o consumo de vídeos no celular começam a ser desmontados. Por exemplo , o de que conteúdos precisam ser curtos. Pelo menos para o vice-presidente da Sling Media, Stuart Collingwood, que participou de um painel do Mipcom nesta quarta-feira, 7, em Cannes. A Sling Media é uma empresa que desenvolve plataformas de transmissão de conteúdos pela Internet e para dispositivos móveis.
O executivo da Sling Media afirmou também que a premissa de que as pessoas querem assistir apenas a conteúdos de curta duração no celular não é verdadeira. "80% das pessoas assistem a conteúdos com mais de 15 minutos e 20% assistem programas de mais de uma hora de duração", disse.
Ele contou ainda que teve algumas surpresas em relação à mobilidade oferecida pelo Sling Box. "Achamos que a maioria das pessoas usaria o equipamento para levar a programação a outros lugares, durante uma viagem, por exemplo. O que descobrimos, porém, é que 40% não usa para essa finalidade. Muitos usam para ver TV na cozinha de suas casas", afirmou, lembrando que isso permite à uma pessoa não ter diferentes pontos de TV em uma mesma residência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.